Festa da Colheita é aberta a toda comunidade

    “A colheita não foi muito boa, estamos com muitos problemas em nosso país. As pessoas, às vezes, perguntam então: – Agradecer pelo que?

    A verdade é que temos, sempre, muito o que agradecer a Deus, até pela própria vida”. Com estas palavras, a pastora Haidi Madeira, da Igreja de Confissão Luterana de Dom Pedrito convida a todos para a Festa da Colheita, que será celebrada neste domingo (5).

    A parte religiosa do evento acontece às 9h, com um Culto de Ação de Graças, no templo, localizado na Av. Rio Branco, 2147.

    Seguem-se as comemorações sociais, com almoço comunitário no Salão Piato D’Oro, localizado na BR 293, seguido do tradicional leilão em que são oferecidos inúmeros brindes obtidos junto a produtores e comerciantes locais.

    Finalmente, às 15h, inicia o Baile (com cerca de quatro horas de duração), com a típica dança Polonese, animado pela Banda Novo Encontro, de Venâncio Aires. “Esse é um grupo que toca de tudo, desde as músicas de bandinhas até as gaúchas e sertanejas, é para todos os gostos”, explica o líder comunitário Danilo Richardt.

    Cristiane Richard é uma das cerca de 20 senhoras que, desde meados desta semana, já preparavam as instalações da comunidade para a festa e, também, estão encarregadas de fabricar as famosas cucas alemãs, comercializadas ao preço de R$ 20,00 (com até quatro recheios cada). As encomendas já podem ser feitas pelos telefones 9952-9231, com Danilo, ou 9962-2034, com Cristiane.

    A partir do sábado (4), também haverá linguiça à venda – comum e defumada -, a R$ 20,00 o kg.

    Ingressos para a festa podem ser adquiridos por R$ 25,00 – almoço e baile; ou por R$ 15,00 – somente o baile.

    Silvio Bermann