Operação Corpus Christi vai restringir tráfego de caminhões nas rodovias

    Folha do Sul

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou, nesta madrugada, a Operação Corpus Christi. Tal ação, que segue até meia-noite de domingo, dia 29, consiste em uma intensificação do policiamento e da fiscalização nas rodovias. Os caminhões bitrem e cegonha, por exemplo, terão restrição de trafegabilidade nas rodovias federais entre hoje e domingo. Tais veículos não poderão circular pelas BRs das 6h às 12h e, no domingo, das 16h às 24h.

    O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) também divulgou datas e horários de restrição na circulação de cargas especiais nas rodovias estaduais, para o período do feriado de Corpus Christi, utilizando os mesmos períodos mencionados pela PRF.

    O calendário anual com restrições de tráfego nas rodovias estaduais ficou estabelecido na decisão normativa 95/16. Enquadram-se na determinação os caminhões do tipo bitrem, tritem e rodotrem, entre outros. Os demais veículos que possuem autorização especial de trânsito (AET) também devem respeitar a normativa.

    Conforme o diretor geral do Daer, Ricardo Nuñez, a restrição ficou definida em função dos horários com maior concentração de veículos nas rodovias. “Nosso propósito, com essa medida, é facilitar o fluxo de trânsito e, assim, diminuir o número de acidentes”, esclarece.

    A restrição de tráfego do Daer abrange as rodovias estaduais de pista simples e a fiscalização fica a cargo do Comando Rodoviário da Brigada Militar. Os usuários que infringirem a norma podem ser autuados e só poderão seguir viagem com o veículo após o término do horário de impedimento.

    Maio Amarelo

    Em maio de 2011, a ONU estabeleceu a Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011-2020, em que os países têm a missão de reduzir em 50% o número de fatalidades no trânsito mundial. A PRF é apoiadora do Maio Amarelo, movimento internacional que, em três anos de existência, já está presente em 23 países. Desde o início do mês, diversas ações têm sido promovidas, focadas na busca pelo uso do cinto de segurança e do capacete e no combate ao excesso de velocidade e embriaguez ao volante.

    As equipes da PRF que atuarão durante todo o feriado estarão equipadas com etilômetros. Caso o valor apontado pelo equipamento, descontada a margem de erro de 0,04 mg/L (miligramas de álcool por litro de ar), esteja entre 0,01 a 0,29mg/L, fica caracterizada a infração de trânsito, punida com multa de R$ 1 915,40, suspensão do direito de dirigir por 12 meses e o veículo somente estará liberado após a apresentação de outro condutor devidamente habilitado e que prove estar sóbrio para conduzi-lo.

    Se o teste apontar um resultado de 0,30 mg/L ou mais, além da infração o condutor também comete o crime previsto no Código de Trânsito Brasileiro, com pena que pode chegar a três anos de detenção.

    Caso o condutor se recuse a submeter-se ao teste, ele será multado em R$1 915,40, terá seu direito de dirigir suspenso e precisará providenciar outro condutor para conduzir seu veículo. E se tiver visíveis sinais e sintomas de embriaguez, será preso e encaminhado para polícia civil.

    Orientações  de Velocidade

    O condutor deve respeitar os limites de velocidade estabelecidos para a via e obedecer as placas de sinalização; aonde não existir sinalização ou onde esta estiver prejudicada, deve manter velocidade compatível com as condições da via.

    Ultrapassagem

    Ultrapassar sempre pela esquerda e apenas em trechos permitidos; antes de iniciar uma ultrapassagem, certificar-se da distância e da visibilidade do veículo que pretende ultrapassar e dos que vêm em sentido contrário.

    Se outro veículo o estiver ultrapassando ou tiver sinalizado seu desejo de fazê-lo, dar a preferência. Aguardar a vez. Sinalizar toda a manobra com antecedência e não realizar ultrapassagens em trechos de faixa contínua, subidas, descidas, pontes e acostamentos.
    Atenção redobrada ao ultrapassar ônibus e caminhões. Por se tratar de veículos grandes e pesados, é preciso se certificar de que há espaço suficiente para realizar uma ultrapassagem segura. Ao ser ultrapassado, não acelerar, não mudar a trajetória do veículo e manter distância segura do veículo à frente.

    Álcool e outras drogas

    Não há viagem para quem bebe ou usa drogas e dirige. Além de ser crime os riscos para acidentes aumentam consideravelmente. Conduzir um veículo nas estradas é uma tarefa complexa que exige decisões rápidas, seguras e responsáveis. Álcool e drogas diminuem o reflexo, provocam sonolência, perturbação na visão e nos sentidos. Se for dirigir, não beba e nem utilize qualquer substância entorpecente.

    Motocicletas

    Usar sempre capacete. Mantenha distância das laterais traseiras dos veículos, eliminando, assim, o chamado “ponto cego”. Antes de trocar de faixa de rolamento ou ao aproximar-se de um cruzamento, usar os retrovisores e observar atentamente o local.
    Não trafegar próximo a caminhões. O deslocamento de ar produzido por esses veículos pode desestabilizar a motocicleta. Não circular com o farol apagado, pois dificulta a visualização da motocicleta pelos veículos que estão em sentido contrário.

    Folha do Sul