Terceirizados da Unipampa paralisam parcialmente

16/maio/2016 às 11h26min
 Atualizado segunda-feira, dia 16 de maio de 2016 às 22h10min
(Fotos: Elliézer Garcez)

Motoristas, vigilantes e atendentes da portaria de empresas terceirizadas que prestam serviços para a Universidade Federal do Pampa (Unipampa) reivindicam o pagamento em dia dos salários, que estão atrasados há 15 dias. Outra reivindicação é sobre o pagamento do vale alimentação, que já está há 4 meses em atraso.

Em entrevista à reportagem da Qwerty, representantes dos terceirizados afirmam que são 18 funcionários afetados pelo atraso e que não é só o Campus de Dom Pedrito que está passando pelo problema – outros Campi também estão enfrentando dificuldades. “Esse é um problema que só depende do Governo Federal, que precisa repassar a verba para a universidade que, por sua vez, repassa aos terceirizados”, explicam representantes da categoria.