Devido a buracos, 25 carros estragam em rodovias da Região Central em 5 horas

    16/maio/2016 às 09h27min
     Atualizado segunda-feira, dia 16 de maio de 2016 às 09h27min
    O buraco na BR-158, entre Santa Maria e Rosário do Sul (Foto: João Pedro Lamas /Gaúcha SM)

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou, em cinco horas, na noite de domingo (15), 25 acidentes de trânsito causados por buracos em rodovias da Região Central. Os casos aconteceram em Santa Maria e Caçapava do Sul.

    De acordo com a PRF, no trecho entre Caçapava do Sul e São Sepé da BR-392, foram pelo menos 20 veículos que tiveram as rodas destruídas, pneus estourados ou furados devido a grande quantidade de buracos. Os policiais sinalizaram para a reportagem que houve um trabalho de tapa-buracos, no entanto, por conta da chuva que atingiu a região no fim de semana, eles foram destapados. O posto da PRF em Caçapava do Sul questiona a qualidade do material utilizado.

    Além disso, a falta de efetivo prejudica o auxílio aos motoristas. Guarnições foram ao trecho pelo menos seis vezes para atender ocorrências.

    Já em Santa Maria, cinco veículos acabaram com as rodas danificadas devido a um buraco na BR-158, entre Santa Maria e Rosário do Sul, no trecho entre a rotatória dos quartéis e o acesso ao bairro Tancredo Neves.

    O posto da PRF em Santa Maria explica que uma empresa terceirizada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), responsável pela manutenção do trecho, fez o buraco e o tapou com brita. Com a chuva, o buraco foi destapado. Houve sinalização com cones, mas devido ao vento, e também a vandalismo, os cones não estão dispostos de forma adequada.

    A PRF orienta aos motoristas que transitem nesses trechos com cautela e que evitam usar as rodovias durante o período da noite, principalmente no trecho da BR-392 entre Caçapava do Sul e São Sepé.

    Rodovias estaduais esburacadas
    O Batalhão Rodoviário da Brigada Militar (BM) informou a reportagem que há trechos “intransitáveis” em rodovias estaduais.

    São eles: RS-377, entre Santiago e Jóia; RS-241, entre São Vicente do Sul e São Francisco de Assis; e RS-640, entre São Vicente do Sul e o acesso à BR-290.

    A BM aponta que houve trabalhos tapa-buraco no último mês, mas foram “pouco eficientes”. Diante disso, a orientação é que os motoristas transitem com cautela para evitar acidentes e eventuais danos ao veículo.

    Gaúcha