Mega operação policial é deflagrada em Bagé; veja o vídeo com detalhes da operação

Anderson Rivas Pereira “Palito”, é tido como líder da organização criminosa

Uma quadrilha responsável pelo tráfico de drogas na região foi alvo de uma operação policial na manhã desta sexta-feira (29), em Bagé. De acordo com o delegado responsável pela operação, Cristiano Ribeiro Ritta, o grupo criminoso era responsável por 30% do crack apreendido no primeiro trimestre deste ano no RS.

Foram cumpridas 70 ordens judiciais entre prisões, buscas e apreensão, bloqueio de contas bancárias e sequestro de bens, em uma ação coordenada pela  Delegacia Especializada de Furto, Roubos e Capturas (Defrec) de Bagé. Policiais de Dom Pedrito, Santana do Livramento e de várias outras cidades da região participaram da ação, bem como a Brigada Militar de Bagé e a Polícia Rodoviária Federal.

Anderson Rivas Pereira “Palito”, tido como líder da organização criminosa, foi preso em sua casa, onde funciona uma lenheira como fachada; por esse motivo, a ação recebeu o nome de Operação Lenhador. Além dele, outras sete pessoas foram presas e 22 veículos foram apreendidos. O delegado diz que Palito possui um patrimônio avaliado em aproximadamente R$ 1 milhão.

O delegado ainda destaca que foram oito meses de intensa investigação à quadrilha. Ritta conta que os usuários que tinham dívida com o grupo eram torturados de diversas formas, inclusive em uma cadeira elétrica.

Em coletiva de imprensa, o delegado conta que a quadrilha fica centralizada em Bagé, mas possui ramificações na Fronteira e na região Metropolitana de Porto Alegre. “Além de trabalhar de forma independente, eles forneciam drogas para outras quadrilhas”, informa o delegado.

Uma novidade lançada nesta operação foi a utilização de um aplicativo de monitoramento de toda ação policial. O delegado Ritta e sua equipe foram os responsáveis pela implementação da tecnologia. No app, o setor de inteligencia da Polícia Civil recebia informações em tempo real sobre prisões e apreensões que os policiais estavam cumprindo nas residências. O aplicativo informa dados de localidades em um mapa, assim como o andamento de todas as equipes que fazem parte da operação.

Saldo da operação

Foram presas oito pessoas:

Anderson Ribas Pereira (prisão preventiva); Jair Raul Pinto (tráfico de drogas); Pedro Sidinei de Mattos e Carla Daiane Xavier (posse de arma); Person Teixeira Bueno (tráfico de drogas); Mauricio Goulart Franco (tráfico de drogas); Dirceu Jardim Moreira (posse de arma); Dionatan Hiago Artur Ribeiro (tráfico de drogas).

Objetos apreendidos:

02 Armas – sendo uma de calibre 32 e outra calibre 28; 05 carros; 02 motos; 01 caminhão; 01 pé de maconha; diversa quantidade de droga e vários objetos provenientes do tráfico, como aparelhos celulares, eletrônicos, entre outros.

 


Warning: A non-numeric value encountered in /home/qwerty/www/wp-content/themes/newspaper-original/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009