Policiais envolvidos em tiroteio com 4 mortos são condecorados em POA

    (Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini)

    Trinta e oito policiais militares foram condecorados nesta quinta-feira (28) em reconhecimento por bravura e serviços prestados em ação. Entre os agraciados com medalhas estão os cinco PMs que atuaram no tiroteio da semana passada, em frente ao Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre, que resultou na morte de quatro criminosos.

    Receberam as distinções os dois soldados e os dois sargentos diretamente envolvidos na ocorrência e o major que comandou a ação.

    As medalhas foram entregues em alusão à data de Tiradentes (21 de abril), patrono das polícias. Seis brigadianos que morreram em ação nos últimos dois anos também foram destacados.

    Coube ao comandante-geral da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas, comentar o tiroteio da semana passada. Segundo ele, um inquérito policial militar está em andamento para apurar a ocorrência e voltou a defender a ação.

    “Estamos qualificando o nosso trabalho. O resultado com morte a gente nunca busca, mas são circunstâncias do fato. Quando isso tiver que acontecer, que seja dos bandidos”, diz o coronel.

    A cerimônia contou com a presença do governador do Estado, José Ivo Sartori, que não fez menção ao enfrentamento da semana passada. O governador garantiu que pretende oferecer melhores condições para a BM ainda este ano, mas sem estabelecer prazos.

    “Estamos discutindo internamente. Todos temos boa vontade, mas a folha de pagamento passou do limite e estamos impedidos até o final do mês de maio de fazer qualquer tipo de contratação por força da lei de responsabilidade fiscal federal”, disse Sartori.

    O governador garantiu que o decreto que restringe novos gastos do Executivo com nomeações será cumprido, pelo menos, até o final do primeiro semestre.

    Gaúcha