PDT decide se coligar com o PP e deixar a administração imediatamente

Alberto e Mário Augusto anunciaram oficialmente que são pré-candidatos à majoritária (Foto: Divulgação)

Em reunião realizada na quinta-feira passada (7), a partir das 19h30min, o Diretório do PDT decidiu, por unanimidade, avalizar a decisão que já havia sido tomada pela Executiva do partido, indicando o nome de seu presidente, vereador Alberto Rodrigues, para concorrer à chapa majoritária nas eleições municipais deste ano. Também aprovou que Alberto compusesse chapa, na condição de pré-candidato a vice-prefeito, em dobradinha com o progressista Mário Augusto de Freire Gonçalves. Considere-se que, pouco antes da reunião começar, o PDT já havia recebido proposta por escrito do PP, convidando-o para a “(…) composição a ser formada para o próximo pleito eleitoral, na condição de protagonistas deste processo, participando da chapa majoritária”. Finalmente, o Diretório trabalhista optou por ‘desembarcar’ imediatamente da administração Lídio Dalla Nora Bastos.

Desta forma, o presidente Alberto deixa claro que os 18 cargos que vinham sendo ocupados (incluindo uma secretaria: a de Agricultura, Pecuária, Indústria e Comércio) não mais pertencem ao PDT, orientando os filiados a pedirem sua exoneração.

A decisão, em toda a sua extensão, foi comunicada por telefone ao prefeito logo após o término da reunião, e depois ratificada pessoalmente, durante audiência em que o chefe do Executivo recebeu os trabalhistas, já na manhã da sexta-feira (8).

Os dois pré-candidatos também se prestigiaram mutuamente e às legendas aliadas, durante as reuniões que ambas promoveram ontem, quinta-feira, uma vez que Mário Augusto visitou a sede do PDT, após o término da reunião trabalhista e, depois, Alberto acompanhou Mário à reunião progressista, que estava em andamento na sede do PP.

Silvio Bermann