Conta de luz não terá cobrança extra em abril

    56fae222.jpg

    A conta de luz não terá cobrança extra em abril. A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou nesta terça-feira vigência da bandeira tarifária verde para o mês que vem. Com isso, não haverá custo adicional ao consumidor.

    Em março, vigorou a bandeira amarela, o que representa a cobrança adicional de R$ 1,50 a cada 100 kilowatts-hora (kWh) consumidos. Desde que o sistema de bandeiras entrou em funcionamento, no início de 2015, esta é a primeira vez que a bandeira verde foi autorizada.

    O mecanismo tem como objetivo repassar mensalmente para o consumidor a variação no custo da energia. Até a criação das bandeiras tarifárias, o repasse era anual.

    O custo da energia baixou para abril com o desligamento de usinas termelétricas mais caras. Por sua vez, isso foi possível devido à melhora na situação dos reservatórios das hidrelétricas.

    “Três fatores principais contribuíram para a bandeira verde: a evolução positiva do período úmido de 2016, que recompõe os reservatórios das hidrelétricas; o aumento de energia disponível com redução de demanda; e a adição de novas usinas ao sistema elétrico brasileiro.” – diz o comunicado da Aneel.

    – Os próximos meses também devem ser de bandeira verde. Mas é preciso ver como será o período seco de inverno. – comenta o especialista em energia e sócio-diretor da TR Soluções, Paulo Steele.

    Conta de luz mais baixa?

    Sim, se o consumidor mantiver o consumo do mês anterior. Ou reduzir consumo, claro.

    Mantendo o consumo, a redução será, em média, de 3% em relação à conta de luz com bandeira amarela. A estimativa é de Paulo Steele, da TR Soluções.

    Gaúcha