Tradição de Sexta-feira Santa: pedritense faz simpatia para tratar doenças respiratórias

    56f197cb.jpg

    Ele herdou de sua mãe a tradição de realizar simpatia para tratar doenças respiratórias como asma e bronquite, na Sexta-Feira Santa. E faz questão de atender todo ano os que o procuram, na esperança de obterem um alívio ou, quem sabe, até a cura para sua moléstia. "Não se trata de curandeirismo, é só uma tradição. Sempre digo às pessoas que procurem se tratar com um médico e tomar os remédios que ele manda. A simpatia é uma questão de fé, é de graça e os que a recebem não devem nem agradecer", destaca Eroni Jorge de Souza, o vereador Souza, que deixa claro:

    "Muito antes de entrar na política, eu já fazia essas simpatias e, também, alegrava as crianças com minhas fantasias (como Batman, Homem-Aranha, coelho da Páscoa, Papai Noel, entre outros)", faz questão de dizer essa figura que já faz parte do folclore de Dom Pedrito – também conhecido como 'Homem do Cavalo' pelo fato de, por várias vezes, ter feito sua campanha política de megafone na mão, no lombo de um cavalo devidamente paramentado, meio a meio, com as cores do Grêmio e do Internacional.

    Sobre a simpatia desta Sexta-Feira Santa, Souza explica que ela será feita, como de costume, na chácara (tambo) do sr. Lauro, na Rua Antenor Madruga, Vila Arrué, pouco antes da Escola Herodiano Arrué. O ritual consiste em o 'paciente' tomar um pouco de leite de vaca, tirado na hora (fundamental levar um copo), enquanto uma oração é recitada. A simpatia deve ser feita, necessariamente, em três horários: das 7h30min às 9h, das 11h às 12h e, para encerrar, das 17h às 18h. Mais informações pelo telefone (53) 9908-3033.

    Por: Silvio Bermann
    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br

     


    Warning: A non-numeric value encountered in /home/qwerty/www/wp-content/themes/newspaper-original/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009