Marcas de refrigerante e suco artificial vão parar de fazer comerciais para crianças

    56d7319f.jpg

    Os fabricantes de refrigerantes e sucos artificiais do país anunciaram que vão parar de fazer publicidade direcionada para crianças. A medida foi anunciada pela Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas não Alcoólicas (Abir), que possui 51 empresas associadas.

    Conforme a assessoria de imprensa da instituição, a mudança segue uma tendência mundial da área. Signatária de grupos internacionais que discutem o tema, a Abir disse ter o compromisso internacional de efetuar a mudança, que planejava "há muito tempo".  

    O entendimento da associação agora é de que cabe aos pais decidirem quais produtos os filhos vão consumir, e não às crianças. Por isso, a ideia é não atingir o público infantil (menores de 12 anos) com as peças publicitárias.

    Com a decisão, comerciais com conteúdo de apelo infantil não serão mais veiculados. Além disso, também não devem ser veiculados comerciais de refrigerantes ou sucos artificiais em programas cuja audiência seja formada por pelo menos 35% de crianças.

    Nutricionistas são favoráveis à decisão

    Presidente da Federação Nacional dos Nutricionistas, que reúne os sindicatos da categoria, Fátima Fuhro afirma que as crianças precisam ser habituadas à alimentação saudável ainda na primeira infância, com a menor quantidade de alimentos industrializados possível (entre eles os refrigerantes e sucos artificiais). Isso porque esses alimentos têm grande quantidade de açúcar e aditivos químicos, como conservantes, explica Fátima.

    _ As mídias têm uma grande influência na vida das pessoas. Quando não existe um estímulo por parte da publicidade para que a criança consuma esses alimentos, isso é muito bom _ afirma a nutricionista.

    No lugar dos industrializados, ela indica que os pais deem água e sucos naturais aos filhos. 

    As crianças e o refrigerante
     
    — Quando as crianças deixam de consumir o leite materno e passam a ingerir outros alimentos, há uma preferência intensa pelos alimentos adocicados
    — A preferência natural faz com que ingestão de açúcar seja mais acentuada, o que causa uma dependência do paladar
    — Isso porque há uma sensação de prazer ao comer açúcar, o que faz com que as crianças procurem alimentos ricos na substância como os refrigerantes e sucos artificiais 
    — No entanto, os nutricionistas não recomendam o consumo dessas bebidas, por serem ricas em açúcares e conservantes 
    — A dica para os pais é dar preferência à água e aos sucos naturais

    Fonte: zh.clicrbs.com.br


    Warning: A non-numeric value encountered in /home/qwerty/www/wp-content/themes/newspaper-original/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009