Partido Social Democrático pode ser anunciado a qualquer momento em Dom Pedrito

    29/fevereiro/2016 às 00h00min
     Atualizado segunda-feira, dia 29 de fevereiro de 2016 às 00h00min
    56d48bd6.jpg

    O Partido Social Democrático (PSD) está para surgir, em caráter oficial, a qualquer momento em Dom Pedrito. Sabe-se que uma reunião já ocorreu em ano de 2016, congregando aproximadamente 15 pessoas, que lavraram ata de fundação do novo partido no município; remetendo posteriormente os documentos para serem homologados pela direção estadual da sigla.

    Boa parte dos fundadores do PSD pedritense são egressos do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), que era presidido, até o ano passado, por Julinho da Cunha – quando ocorreu o ato de dissolução de todas as instâncias tucanas no município, por determinação da Comissão Provisória Estadual do partido, presidida pelo deputado Nelson Marchezan Júnior. Várias lideranças de peso do tucanato local estarão, nesses próximos dias, passando a integrar a nova sigla. 

    O PSD histórico foi fundado por Getúlio Vargas, que também criou o PTB. Os social democratas eram considerados 'de centro', mas alguns analistas políticos os têm como mais para 'a direita'. PSD e PTB eram adversários ferrenhos no Rio Grande do Sul. O PSD foi o partido do presidente da República Juscelino Kubitschek (1956-1961) e do primeiro-ministro Tancredo Neves, na meteórica experiência parlamentarista brasileira (1961).

    Após a implantação do bi partidarismo, em 1964, com o advento do regime militar, os membros do PSD se dividiram: alguns indo para o MDB (Movimento Democrático Brasileiro, de oposição) e outros para a Arena (Aliança Renovadora Nacional, de sustentação ao governo). Foi refundado em 1987, tendo entre suas maiores lideranças políticos como o ex-ministro cearense César Cals e o ruralista Ronaldo Caiado.

    Em 2003 foi incorporado ao PTB. Como partido independente, o PSD ressurge em 2011, a partir de dissidentes do DEM (Democratas), PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), PTB, PMDB e PPS (Partido Popular Socialista) – sob a liderança do então prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, hoje ministro das Cidades. É este o PSD que chega aos nossos dias e está para ser representado em Dom Pedrito. O partido, em nível nacional, integra a denominada base aliada da presidente Dilma Roussef.   

    Por: Silvio Bermann
    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br