Pessoas ficam preocupadas com caixa de mergulho que abriga inúmeros mosquitos na avenida Barão do Upacaraí

    11/fevereiro/2016 às 00h00min
     Atualizado quinta-feira, dia 11 de fevereiro de 2016 às 00h00min
    56bcee0b.jpg

    Uma caixa de mergulho, que muitas pessoas acabam confundindo com um bueiro, está sendo alvo de muitas críticas pois, no local, existem muitos mosquitos e a população teme que lá existam larvas do mosquito Aedes Aegypti. A caixa é situada na avenida Barão do Upacaraí, proximidades da Casa Rural.

    Toda a água que cai no calçadão passa por canos e vai para a caixa. “A água vai na caixa de mergulho para escorrer por cima da calçada e cair na esquina do Banrisul”, explica o secretário de Obras, Marco Antônio Piriz. Ele ainda esclarece que a caixa de mergulho junta muita água e, com isso, muitos mosquitos acabam se proliferando no local.

    Como a Secretaria Municipal de Saúde é a responsável pelo combate aos mosquitos, tentamos contato com o secretário Álvaro Raul Zanolete, mas até a divulgação desta reportagem não obtivemos retorno.

    O que se sabe é que a partir desta sexta-feira (12) inicia uma operação do município em parceria com os militares da 3ª Companhia de Engenharia e Combate Mecanizada, quando serão efetuadas visitas nas residências das pessoas e serão repassadas informações de como proceder para que a proliferação de larvas seja evitada.

    Deixamos o espaço em aberto caso o secretário queira se manifestar.  

     

    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br