Homem que tentou matar ex-mulher e que logo depois havia tentado suicídio, acaba não resistindo e morre em Pelotas

    1/fevereiro/2016 às 00h00min
     Atualizado segunda-feira, dia 1 de fevereiro de 2016 às 00h00min
    56af9c5c.jpg

    Antônio Dirceu Gonçalves "Toninho", 63 anos, acabou falecendo na manhã desta segunda-feira (01) na cidade de Pelotas, onde estava internado desde o dia 28 de janeiro. Ele foi o autor de uma tentativa de homicídio contra sua ex-mulher. Logo após desferir cerca de três a quatro disparos contra a vítima, Toninho acabou se dando um tiro na boca. O corpo será transladado para Dom Pedrito.

    Relembre o caso

    Na manhã do dia 28 de janeiro, foi registrada uma tentativa de homicídio seguida de tentativa de suicídio. O fato ocorreu na Rua Coronel Longuinho, por volta das 10h. Segundo boletim de ocorrência, a vítima da tentativa de homicídio, uma mulher de 60 anos de idade, estava chegando do supermercado.

    Quando ela tentou abrir o portão da casa foi surpreendida por cerca de três a quatro disparos de arma de fogo, desferidos pelo seu ex-marido, 63 anos, que estava no interior da residência. Felizmente, ele não acertou nenhum tiro e, após os disparos, o homem se refugiou em uma dependência nos fundos da casa.

    Quando a viatura da Brigada Militar estava chegando na casa onde o homem estava, os policiais ouviram um estampido. Naquele momento, o homem havia atirado contra si mesmo e foi encontrado já caído no chão coberto de sangue e com o revólver na mão direita. Os PMs encontraram apenas uma munição deflagrada no tambor do revólver. As outras munições foram encontradas próximas aos pés do homem.

    O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) socorreu o homem e o levou para o Pronto Socorro. Seu estado de saúde é considerado grave. A Polícia Civil foi acionada e também compareceu ao local para coletar mais informações.

    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br