Mulher grávida de 8 meses é agredida com golpes de facão pelo seu companheiro

    26/janeiro/2016 às 00h00min
     Atualizado terça-feira, dia 26 de janeiro de 2016 às 00h00min
    56a7da29.jpg

    Uma mulher de 38 anos de idade, grávida de 8 meses, que vinha sendo vítima de agressões do seu companheiro de 58 anos, colocou fim em seu sofrimento na tarde de hoje (26), graças ao seu irmão e a ação das polícias civil e militar.

    Segundo o inspetor de Polícia, Patrício Antunes, a mulher chegou à Delegacia de Polícia e relatou que já vinha sendo agredida há algum tempo pelo seu companheiro – inclusive na quinta-feira passada, dia 21, ela foi agredida com golpes de facão no braço e na mão. “Para ela não sair de casa, ele acorrentava a porta, colocando o cadeado por fora e ela – com medo – ficava presa em casa”, contou o inspetor, concluindo que hoje o irmão da vítima ficou sabendo dos fatos e a levou para a DP.

    Patrício contou que, devido às agressões, o braço da mulher está infeccionado e que ela não pôde ir ao médico por não poder sair de casa. Após a denúncia da vítima, foi registrada uma ocorrência por violência doméstica e a mulher recebeu as medidas protetivas da lei Maria da Penha. 

    A Polícia Civil e a Brigada Militar buscaram o acusado em seu local de trabalho para que ele franqueasse a entrada dos policiais em sua casa – onde estavam as roupas da sua companheira. “Buscamos as roupas da vítima pois, segundo ela, o homem não queria entregar os seus pertences”, disse Patrício, acrescentando que o acusado negou as acusações durante todo o tempo. 

    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br