Dom Pedrito – Núcleo de Trânsito instala placa de sinalização que visa conscientizar motoristas que estacionam em vagas para deficientes

    20/janeiro/2016 às 00h00min
     Atualizado quarta-feira, dia 20 de janeiro de 2016 às 00h00min
    569fdc25.jpg

    O Núcleo de Trânsito de Dom Pedrito vinculado a Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov), implantou na manhã de quarta-feira (20), uma nova placa de sinalização no Calçadão João Diniz, da Praça General Osório, centro da cidade.  A nova placa está localizada no estacionamento destinado para pessoas portadoras de deficiência física e nela há uma mensagem de conscientização "Muitos querem usar esta vaga, mas poucos querem usar esta cadeira. Por favor, respeite".

    De acordo com o coordenador do Núcleo, Alex Sander Moreira, ele esteve observando o trânsito e constatou que os motoristas não respeitam esses locais que são destinados para as pessoas deficientes. "As pessoas não estão preparadas para a mudança. Para mudar, elas têm que querer. Tem que respeitar o espaço destinado para aqueles que precisam mais, tanto cadeirantes, como idosos. Talvez essa placa choque um pouco e faça as pessoas refletirem sobre o espaço", declara Moreira.

    Ainda de acordo com ele, o que levou a tomar essa atitude foi mediante uma publicação feita, em uma rede social, ocasião em que fez pensar que algo deveria ser feito para conscientizar a comunidade. "Pesquisei e vi que outras cidades estão fazendo placas desta forma. Resolvi fazer esta primeira, mas pretendo fazer mais. O mais importante é fazer as pessoas pensarem e espero conseguir e contar com o apoio da comunidade", enfatiza, salientando ainda que "gostaria de fazer mais, porém é de conhecimento de todos a falta de recursos, mas acredito que neste período que estou à frente do Núcleo tenho pensado como comunidade, como usuário do trânsito".

    A ação foi positiva, diz a equipe da Aspedef

    A equipe da Associação Pedritense do Deficiente Físico (Aspedef) diz que é uma ótima iniciativa e esperam que as pessoas respeitem as vagas. De acordo com a entidade, já foram registrados vários casos de pessoas estacionarem nas vagas destinadas aos deficientes no calçadão João Diniz. "Esperamos colaboração e que as pessoas se conscientizem. A sociedade tem que ter mais respeito pelo portador de deficiência", ressalta a equipe da Aspedef.

    Fonte: Aspedef
    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br