Dom Pedrito – Pedritense morre afogado no Rio Piratini

    5/janeiro/2016 às 00h00min
     Atualizado terça-feira, dia 5 de janeiro de 2016 às 00h00min
    568c1052.jpg

    No domingo (03), por volta das 16h, uma tragédia vitimou, por afogamento, um homem natural de Dom Pedrito, no Rio Piratini, em Pedro Osório. Ele estava acompanhado de outros dois homens, um deles seu irmão, e atravessavam o rio em direção à margem de Cerrito.

    Radamez Vaz Guterres, 43 anos, natural de Dom Pedrito, sentiu-se mal e foi aconselhado pelos companheiros a retornar pela ponte férrea ou esperar um pouco mais. O seu irmão, Vitor Marin Vaz Guterrez, pedritense de 38 anos que morava em Pelotas começou a se afogar, desaparecendo no rio. Radamez e o outro amigo, Marcelo Rodrigues Wanner, 37, também se afogaram, mas conseguiram se salvar.

    Os bombeiros da Operação Golfinho procuraram o corpo de Vitor até às 20h30min de domingo, retomando as buscas na manhã de segunda-feira, quando também, infelizmente, o corpo não foi encontrado. Somente no final da manhã de hoje (05), o corpo do pedritense foi avistado há cerca de 800 metros do local do afogamento.

    De acordo com Rodrigo Netto da Silva, responsável pelo portal pedroosorio.net, o Rio Piratini é perigoso.

    Mesmo sem estatísticas oficiais, o Rio Piratini tem a fama negativa de levar ao afogamento pelo menos uma pessoa por ano. É grande o número de banhistas oriundos de toda a região sul que frequentam o local nas temporadas de verão. Mesmo assim, a cidade não faz parte da Operação Golfinho e não possui salva-vidas.

    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br