Dom Pedrito – Presidência do Legislativo faz balanço da gestão 2015

    29/dezembro/2015 às 00h00min
     Atualizado terça-feira, dia 29 de dezembro de 2015 às 00h00min
    5682b317.jpg

    O vereador Alberto Rodrigues (PDT), hora encerrando sua gestão a frente do Legislativo, ao fazer uma avaliação sobre o exercício de 2015, considera ter feito um excelente trabalho a frente da Instituição. O parlamentar cita, reduzidamente, iniciativas individuais ou em parceria com outros vereadores, concretizadas, para demonstrar o resultado positivo deste período.

     As primeiras ações foram as Resoluções de Mesa, regularizando a apresentação de bilhetes de passagens para vereadores e servidores em viagem, a apresentação de nota fiscal de alimentação e hospedagem, quando no uso de diárias e a inclusão do vale alimentação no valor da diária.  Regulou o pagamento do consumo de água da Câmara que, por erro de recebimento, pagava a fatura da prefeitura – em torno de R$ 2.200 e a prefeitura pagava a da Câmara, R$ 170. Intermediou o aporte de verba com a qual foram adquiridos cinco veículos para a saúde e, também, a redução de uma licença ambiental a ser paga pela prefeitura, de R$ 76.000 para R$ 16.000. Atualizações no Projeto de Prevenção no Combate a Incêndio (PPCI) e a substituição do sistema elétrico da Câmara foram outras iniciativas contabilizadas na gestão 2015.

    Encaminhamentos

    Reunião com o presidente da Corsan tratando do cumprimento dos termos do contrato firmado entre Município e a estatal; requisição, na capital federal, do cadastro dos cinco agentes comunitários ainda não cadastrados; solicitação de equipamento para o prédio da UTI a ser construído; projeto – aprovado – regularizando a jornada de trabalho dos servidores do Legislativo; solicitação de emendas parlamentares, além de inúmeras outras reivindicações, junto a órgãos estaduais e federais para demandas do município.

    “O resultado da gestão foi enaltecido pelo auditor de contas do Legislativo que, diga-se de passagem, não sofreu, neste período, nenhum apontamento do Tribunal de Contas”, acrescenta o presidente.

    Fonte: Câmara de Vereadores
    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br