Dom Pedrito – Brothers Octagon Fight teve boas lutas de muay-thai e MMA

    5670788e.jpg

    Na noite de sábado (12), aconteceu o segundo Brothers Octagon Fight, que reuniu 22 lutadores de MMA e muay-thai. O combate mais esperado da noite era entre o bageense Renato Marmota e Milton Tatoo, de Rio Grande. Marmota tentava a revanche, já que em 2011 perdeu a luta. Tatoo permaneceu com o cinturão, pois venceu vencendo o bageense faltando 10 segundos para encerrar o segundo round.

    Uma luta que causou bastante polêmica durante o evento foi a disputa feminina entre Queila Danoninho, da equipe Esquilo Brothers, e Carol, da equipe BVT. Queila acabou vencendo por dois rounds a um e parte da torcida e das equipes vaiaram o resultado. Com a vitória de Queila, a equipe de Carol se retirou da competição fazendo com que fossem canceladas lutas que estavam marcadas para a acontecer no evento.

    No muay-thai, Alexandre Dias, de São Gabriel, venceu por nocaute técnico, Rafael Larinha, de Bagé. Já no MMA, Felipe Barbosa, de Porto Alegre, nocauteou o bageense Daniel Baiano – categoria meio médio. Leonardo Mendes, de São Gabirel, venceu por nocaute técnico, Marco Moicano – categoria peso mosca. Na categoria pena, Jeferson Crocodilo, de Rosário do Sul, nocauteou Marcelo Cardoso. Evaldo Obaldia, de São Gabriel, também acabou nocauteando Pedro Finger, de Canela.

    Reportagem: Elliézer Garcez
    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br