Dom Pedrito – Goleira leva dois cartões amarelos, não é expulsa e atitude da arbitragem gera polêmica no Ginásio do Horto

    7/dezembro/2015 às 00h00min
     Atualizado segunda-feira, dia 7 de dezembro de 2015 às 00h00min
    5665ef62.jpg

    Gaúcho, União, Rio-Grandense e Celeste foram os classificados para as finais do futsal nos jogos realizados sexta-feira (04) no Ginásio do Horto.  Uma noite quente, de ginásio lotado e de, novamente, erros da arbitragem.

    Pelo futsal feminino, classificaram-se Gaúcho e União. Já pelo futsal masculino, o Rio-Grandense venceu e carimbou sua vaga na final da Série B. Em uma excelente partida, o Celeste buscou o empate com o Democrata e também acabou se classificando.

    A confusão

    A goleira da equipe do União levou dois cartões amarelos – um durante a partida e outro na disputa por pênaltis – e, mesmo assim, não foi expulsa. Um erro incrível e que prejudicou muito a equipe do Boca Juniors B. A mesma goleira, que era para ter sido expulsa, converteu o pênalti que levou sua equipe para a final. Mesmo com o protesto dos torcedores e da comissão técnica da equipe prejudicada, o juiz responsável pela gafe não voltou atrás e o União classificou-se para a final do Campeonato de Futsal.

    Segundo o assessor de Esportes, Paulo Cruz, na manhã desta segunda-feira (07), membros da Comissão Técnica do Boca Juniors entraram com um recurso na Assessoria de Esportes, que acabou não sendo aceito pelo União. Sendo assim, a final está confirmada entre as equipes de Gaúcho e União. 

    Reportagem: Elliézer Garcez
    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br