Dom Pedrito – Polícia Civil prende casal acusado de assaltar e esfaquear pedestre

    5633982f.jpg

    Desde a manhã desta sexta-feira (30), agentes Polícia Civil de Dom Pedrito, com o apoio dos policiais da Delegacia Especializada em Furtos Roubos Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Bagé, estavam à procura do casal acusado de assaltar e esfaquear um homem de 54 anos de idade. O crime aconteceu na madrugada de segunda-feira (26), na Rua José Bonifacio, proximidades da Escola Bernardino Ângelo.  

    Após o mandado de prisão preventiva ser expedido pela Comarca local, os policiais foram até a residência dos acusados, situada na Avenida Beira Rio, mas não os encontraram. Os agentes receberam informações de que o acusado, Luciano Guterres Carvalho, 26 anos de idade, estaria na zona rural. 

    Ele foi preso no início da tarde em uma propriedade próxima ao Bar da Rosinha, às margens da BR-293. Já a acusada, Jaíne Fontoura Goulart, 21, foi presa na residência de uma amiga. Ambos foram encaminhados ao Pronto Socorro e ao Presídio Estadual de Dom Pedrito. 

    De acordo com o inspetor Patrício Antunes, o casal saiu há pouco tempo do Presídio. Luciano estava em liberdade há oito meses e a sua companheira há aproximadamente quatro meses. Ainda conforme Patrício, eles possuem diversas passagens pela polícia, entre elas: homicídio e tráfico de drogas. 

    Relembre o caso

    Um homem de 54 anos foi esfaqueado no início da madrugada desta segunda-feira (26), por volta de 1h45, após ser roubado na Rua José Bonifácio, próximo a Escola Bernardino Ângelo. De acordo com a polícia, uma guarnição da Brigada Militar foi acionada para atender um pedido de socorro feito por um homem que estava nos fundos da escola.

    Quando os policiais chegaram ao local, encontraram a vítima caída. O homem informou que havia sido esfaqueado e apresentava três perfurações na região do abdômen. Devido à gravidade dos ferimentos, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado para conduzir o homem até o Pronto Socorro.

    A vítima também disse que o autor das facadas queria dinheiro, e que ele estava acompanhado de uma mulher. Os policiais foram até a casa de um suspeito indicado pela vítima e o conduziram ao PS para reconhecimento, mas a mesma disse que não era o acusado; mas disse ao suspeito levado pela polícia que “foram os teus parentes”.

    O delegado Cristiano Ritta determinou a lavratura do boletim de ocorrência por roubo à pedestre. O homem ferido passou por cirurgia e encontra-se em recuperação. De acordo com informações, seu estado é estável. 

    Reportagem: Elliézer Garcez e Marcelo Brum
    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br