Dom Pedrito – GGI-M continua reivindicando projeto das câmeras de videomonitoramento

    5584779f.jpg

    O secretário executivo do Gabinete de Gestão Integrada de Segurança Pública Municipal (GGI-M), tenente reformado da Brigada Militar, Gilberto Alves, estará em Canoas, na terça-feira (23), para uma audiência com o senador Paulo Paim, no gabinete que este político mantém naquela cidade gaúcha.

    Em pauta, estará o pedido de apoio ao senador para o projeto, já enviado pelo GGI-M ao Ministério da Justiça, através do programa Pronasci ( ), para a instalação em Dom Pedrito de 20 câmeras de videomonitoramento. "Se não conseguirmos as 20 câmeras demandadas, o que vier é lucro", contemporiza Gilberto.

    O projeto de videomonitoramento foi enviado ao Pronasci, pela primeira vez, no ano 2011, durante o segundo governo do prefeito Francisco Alves Dias, quando atuavam no GGI-M Jorge Vogel e Marco Antônio Rodrigues (Marquinhos), respectivamente nos cargos de secretário executivo e coordenador de Observância. "O governo federal, na época, respondeu que não havia recursos para nos atender, já que tinha havido a liberação, naquele ano, de R$ 30 milhões para todo o País, insuficientes para atender toda a demanda", recorda Marquinhos.

    A atual administração municipal manteve, basicamente, o mesmo projeto daquela época, com pequenas alterações, e o reenviou ao governo federal. A expectativa, agora, é de que pelo menos algumas câmeras sejam liberadas.

    A audiência de Gilberto Alves com o senador Paim está agendada para às 14h.

    Por: Silvio Bermann
    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br