Dom Pedrito – Grupo Anita Garibaldi realiza cavalgada

    54fd9d33.jpg

    Com o objetivo de representar a mulher gaúcha, o Grupo Anita Garibaldi realizou uma cavalgada que teve início na quinta-feira (5) e encerramento neste domingo (8), por volta das 19h. A cavalgada ocorre anualmente na semana do Dia Internacional da Mulher, mostrando a força da mulher gaúcha. 

    Na quinta-feira (5), as cavalarianas posaram na Agropecuária Victoria. Já na manhã da sexta-feira (6), elas foram em direção ao Curral de Pedras, onde almoçaram e seguiram seu destino. A Ponte do Guterres foi o local escolhido para o almoço no sábado (7). No domingo (8), o local escolhido foi a Chácara do Gilberto Caillava. 

    Desde setembro fazendo parte do grupo, Gabriella Texeira de Oliveira, 14 anos, contou sobre a experiência de ter participado de sua primeira cavalgada. “Esse momento para mim representa um misto de alegria e emoção, pois além de ser gaúcha, eu amo minha terra e minha tradição. Honro a bandeira da minha pátria e, juntamente com o grupo, podemos demonstrar um pouco do amor que temos pela nossa terra no lombo de nossos cavalos, faça chuva ou faça sol”, disse a jovem. 

    No último dia da cavalgada, o grupo saiu da Chácara do Gilberto Caillava e foi em direção ao trevo da BR-293, subindo pela Rua 21 de abril, até a Rua Moreira César e após chegar na Rua Borges de Medeiros, foram até o Rancho Crioulo da Praça General Osório, onde foram recepcionadas pelo coordenador de Tradicionalismo, Luiz Carlos Coelho. Logo após ocorreu um churrasco de encerramento com entrega de certificados para as participantes. O ato foi realizado CTG Crioulos do Ponche Verde. 

    Já no fim da entrevista, Gabriella ainda fez um agradecimento. “Quero agradecer a todas as ‘Anitas’ por terem me recepcionado muito bem no grupo e à minha família que me apoiou. Quero ressaltar e agradecer principalmente aos meus pais, Junior e Carmem Lucia, que fizeram de tudo para que eu pudesse estar lá”, finalizou. Ao todo, essas mulheres percorreram mais de 50 km no lombo do cavalo e tiveram a ajuda de familiares, amigos e organizadores, que formaram um grupo de apoio, que montava acampamentos e era responsável pela alimentação do grupo. 

    Reportagem: Elliézer Garcez
    Setor de jornalismo: portal@qwerty.com.br


    Warning: A non-numeric value encountered in /home/qwerty/www/wp-content/themes/newspaper-original/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009